sábado, 23 de fevereiro de 2013

O que levar para a maternidade




Com o aproximar-se do dia do nascimento do meu filho comecei a pensar que ainda não fiz a mala para levar para a maternidade. Continuo a achar que só quando entramos no 8º mês vale a pena começar a organizar a mala.

Mas como a memória de grávida dizem que fica afectada (e no meu caso é bem verdade, porque parece que me esqueço de tudo) resolvi fazer a minha lista do que levar na mala para a maternidade.

Há várias listas disponíveis, inclusivamente os hospitais e clínicas costumam dar uma. Mas, como já tenho um filho, lembro-me bem do que me fez falta na altura (apesar de ter levado tudo o que vinha indicado na lista do hospital)

Aqui fica a minha versão.

Mala da mãe
  • Documento de identificação
  • Boletim de saúde da grávida
  • Cartão do subsistema de saúde ou seguro de saúde (quando aplicável)
  • Análises e exames realizadas durante a gravidez (sobretudo do último trimestre)
  • 4 camisas de noite (de preferência abertas à frente para ser mais fácil dar de mamar)
  • 2 soutiens de amamentação
  • 1 embalagem de discos de amamentação
  • 2 bicos de protecção para os mamilos
  • Creme protector para os mamilos
  • Roupão e chinelos de quarto
  • Chinelos para o duche
  • Cinta pós parto (Se o médico indicar. O melhor é perguntar nas consultas. Eu não usei)
  • 8 cuecas descartáveis (Estas são importantes sobretudo para quem faz cesariana. Para quem possa ter problemas depois no tamanho, fica a dica: não deite fora. Com uma tesoura corte um pouco de lado  em cima e/ou em baixo e já conseguem vestir)
  • 1 embalagem de pensos higiénicos bastante absorventes
  • Produtos de higiene pessoal (shampoo, gel duche, creme hidratante, escova de cabelo, pasta de dentes)
  • Saco para roupa suja


Mala do bebé
  • 6 fraldas de pano (porque os bebés bolsas muito)
  • 6 babetes
  • 8 camisas interiores ou bodys de maga curta ou comprida conforme a altura do ano em que nasçam (no nascimento do meu primeiro filho fizeram-me falta porque eles sujam muita roupa  mesmo com o cocó e, no primeiro, somos muito trapalhonas)
  • 6 fatinhos exteriores ou babygrow (de preferência sempre com botões em baixo para ser mais fácil mudar a fralda sem ter de lhes tirar muita roupa)
  • 3 casaquinhos
  • 5 meias ou botinhas
  • 1 gorro
  • 1 mantinha ou xaile
  • 2 chupetas 
  • 1 cordão para a prender a chupeta (para não se perder que, acreditem, é muito fácil de acontecer)
  • Fraldas descartáveis
  • Creme para o rabinho
  • Toalhitas de bebé
  • 1 escova ou pente 
  • Gel de banho ou sabonete com PH neutro e sem perfume
  • Toalha de banho
  • Cotonetes próprios para bebé
  • Álcool a 70º
  • Compressas de tecido não tecido (são óptimas e vão dar depois muito jeito em casa. São macias e dão para limpar os olhos das ramelas, o nariz, o coto do cordão umbilical, servir como esponja para dar banho, etc)
  • Tesoura de pontas redondas e uma lima descartável
  • 1 biberão
  • Lençois de alcofa (dependendo da maternidade)
  • 1 boneco de peluche (para, se quiser, identificar o berço)
  • Saco de roupa suja

Dicas:
- Distribua as mudas de roupa completas por sacos individuais. O saco com a primeira roupa convém estar identificado como tal porque esse será para entregar às enfermeiras - se for a altura, é neste que deve ir o gorro porque os bebés, mal nascem, perdem muito calor sobretudo pela cabeça)
- Caso pretenda fazer criopreservação das células estaminais, não se esqueça do Criokit
- Prepare as malas individualmente: uma para a mãe outra para o bebé
- Não se esqueça do carrinho e cadeirinha de transporte para o bebé


Bem, já nem me lembrava que era preciso tanta coisa. Vou ter de começar a rever a lista para avaliar o que já tenho e o que me falta comprar. 

10 comentários:

  1. Devias explicar quanto as grávidas recebem da Segurança Social quando ficam de baixa. Nas várias situações: normal, de risco, pós parto.E o que têm de fazer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Maíra,

      Já pode encontrar a resposta aqui: http://asdicasdaba.blogs.sapo.pt/11393.html
      Bjs

      Eliminar
  2. Boa sugestão Maria. Vou dedicar um post a esse assunto :) Bjs

    ResponderEliminar
  3. Não é necessário levar isso tudo para uma maternidade. Quanto à mãe as cuecas descartáveis e os pensos higiénicos são cedidos pela maternidade. Os discos de amamentação já não se usam devido à proliferação bacteriana que se dá no leite que vai ficando nele, o que pode levar a infeções mamárias caso haja a alguma ferida/fissura. Aconselha-se, sim, o uso de conchas de arejamento (ou para amamentação) que, como têm um reservatório, não deixam que o leite que sai fique em contacto com a mama!
    No que diz respeito ao bebé, na minha opinião, a quantidade de meias é em demasia, cerca de 2 chegam, nao se sujam normalmente. E a manta é que é melhor levar duas!!!! A maior parte das mães opta por não usar chupetas, pelo menos nos primeiros tempos, mas não sei o que lhe foi aconselhado. Depende das opiniões dos médicos/enfermeiros. O gel de banho ou sabonete para lavar o bebé, também costumam ceder na maternidade, bem como os cotonetes (embora o seu uso também esteja contraindicado - utilizada apenas para limpar o pavilhao auricular, ou o nariz). O álcool a 70º usava-se antigamente para o cordão umbilical mas, hoje em dia, também já não se usa. Opta-se pela lavagem normal e secagem com uma compressa ou mesmo com a toalha do banho. As unhas não costumam ser cortadas na maternidade, pelo que a tesoura é dispensavel e, se de facto o bebé tiver as unhas muito grandes, a mãe pode tentar "corta-las" com a mãe, apos o banho, pois estas são muito moles, caso contrário use a lima e nao a tesoura. Finalmente, se por alguma razão o bebé precisar de fazer leite adaptado, usa tanto o leite como o biberão da maternidade, pelo que também não precisa de o levar!!!

    Espero ter ajudado, se bem que algumas coisas podem diferir de maternidade para maternidade, e se forem públicas ou privadas!!

    Já agora, sou estudante de enfermagem e, como finalista, já fiz estágio na área!!! :)

    ResponderEliminar
  4. Olá Ana,
    De facto não é necessário levar tudo se a maternidade tiver. Por acaso, no meu primeiro filho a maioria das coisas que refiro a maternidade tinha. Mas tudo depende, como diz, de qual a maternidade e se é privada ou pública. Coloquei a lista o mais completa possível para tentar ajudar alguma mamãs, embora a maioria tenha utilizado apenas em casa.
    Quanto às conchas, por experiência própria, não dão jeito nenhum. Continuo a preferir os discos. As meias depende da altura do ano. E a chupeta, acredite, quando começam a chorar muitas vezes é a única coisa que os cala. :)
    Os meus pequeninos têm a sorte também de ter avós médicos, por isso, vamo-nos mantendo a par de algumas umas novidades. Mas a verdade é que a Organização Mundial de Saúde, e outras, estão sempre a dar novos conselhos e, mesmo o meu pequenino tendo 2 anos, é possível que já haja alterações.
    Claro que cada mãe adapta a lista às necessidades.
    Em todo o caso obrigada pelas dicas. São sempre bem-vindas :) Vou falar novamente na maternidade.
    Afinal, recomendações de uma futura enfermeira são relevantes.
    Boa Sorte para o final do curso :)

    ResponderEliminar
  5. ha eu tou um poudo longe de ter bb mas vou seguir sim essas regras gostei

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. quer dizer um pouco longe ne rsrsrs desculpa

      Eliminar
    2. Pode seguir mais dicas no novo endereço do blog: http://asdicasdaba.blogs.sapo.pt/

      Eliminar
  6. OLá, ando as contas com as malas para a maternidade. só de pensar fico ainda mais cansada. procurei pela internet e encontrei uma parafarmácia com dicas e lista de maternidade, queria partilha com voces.
    http://www.pharmalisboa.pt/outros-servicos/lista-de-maternidade/
    até breve mamas.

    ResponderEliminar