quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Saiba como fazer e gerir o seu orçamento familiar



 Este artigo permite usufruir de um desconto. Leia até ao fim

Para muitos portugueses atravessar todos os dias de um qualquer mês é um complexo exercício financeiro, que nem sempre corre da melhor forma. Paga-se a prestação da casa, do carro, as contas da água, luz, gás. Depois, resolve-se a despesa do telemóvel, da Internet, as compras do supermercado, a escola e a roupa. Ainda a lista das despesas vai a meio e o dinheiro parece já não chegar para fazer face a todos os compromissos. Sobra mês ao fim do ordenado.

Embora as famílias estejam este ano a sofrer com o corte dos ordenados, pelo aumento dos impostos, e a subida de algumas despesas, também o facto de não conhecerem, ou não estarem habituados a utilizar as ferramentas que permitem uma gestão mais eficaz das contas pessoais, acaba por dificultar a gestão do dinheiro.


Por essa razão, o conselho é fazer como as empresas e criar um mapa de entradas e saídas de dinheiro. De um lado, todo o dinheiro que sai do bolso, do outro, o que entra. Só assim adquirimos conhecimento sobre o que lhe acontece e respondemos à famosa questão: “Afinal, para onde vai o dinheiro?”.

Certamente já vos aconteceu iniciar o dia com 10 ou 20 euros e chegar à tarde só com algumas moedas e aquela sensação de incredulidade sobre como as notas se evaporaram. “Mas o que é que fiz ao dinheiro?”. Para responder a isso, devemos registar todos os movimentos do nosso dinheiro e adquirir novos hábitos.

E é aqui que vos quero falar de uma nova ferramenta de gestão de finanças pessoais, realizada por um empresa portuguesa, que fiquei fã: o Boonzi.

Enquanto jornalista e especialista em finanças pessoais (já escrevi dois livros sobre o tema, dou formações workshops, etc) já experimentei várias ferramentas. Há já alguns anos comecei com um caderno, a apontar receitas e despesas, passei para folhas de Excel no computador e depois programas específicos.

Até descobrir o Boonzi já utilizava um programa semelhante mas não era em português, além da organização e utilização ser mais complexa.

O que é o Boonzi?
O Boonzi não é mais do que um programa que permite, a cada pessoas ou família, uma gestão precisa das suas despesas e receitas através do computador ou portátil. 

Através da importação dos extractos do bancos poderá fazer uma gestão rápida e fácil de todas as despesas e receitas.

Importação automática de extractos dos bancos
Uma das características do Boonzi é o facto de permitir, de forma simples e totalmente segura, importar os extractos bancários de vários bancos nacionais. Ou seja, se tiver conta em mais que um banco consegue gerir tudo no programa.

Ao fazer a importação, o Boonzi classifica automaticamente as despesas e receitas. No entanto, o utilizador pode sempre fazer uma gestão mais personalizada. 

Gráficos e relatórios
Ao categorizar as despesas e receitas, o programa vai gerar relatórios e gráficos detalhados e intuitivos. A análise a esses relatórios permitem saber com exactidão quanto gasta em combustível, juros de crédito, electricidade, entre outras categorias, e assim criar objectivos mensais de poupança.

 

Conseguindo identificar onde gasta é mais fácil perceber onde pode reduzir ou poupar, o que na atual conjuntura é uma mais-valia. 

Campanha Boonzi para os leitores do Blog "As Dicas da Bá"

Habitualmente este produto tem um custo de 39,90 euros. No entanto, o Blog As Dicas da Bá oferece um desconto de 10 euros, com a utilização do código: asdicasdaba. Para aceder directamente ao desconto pode clicar aqui.

Face à média de preço destes produtos no mercado, o Boonzi fica bastante mais acessível. Por pouco menos de 30 euros poderá conseguir poupar muitos mais, através de uma gestão mais cuidada.

Por exemplo, ao identificar 1 euro de poupança por dia, que acredito que consiga fazê-lo assim que começar a utilizar o Boonzi, em apenas 1 mês já lhe terá compensado o produto.

Recomendo o Boonzi como ferramenta de gestão de finanças pessoais. Fica a dica para quem está à procura de uma forma como gerir o orçamento familiar.

Acompanhe "As Dicas da Bá" também no Facebook. Clique aqui e faça "like" da página.

Sem comentários:

Enviar um comentário